20/02/2013

Um Ano Inesquecível.




     Eu demorei um bom tempo para decidir pegar esse livro e iniciar a leitura. Não sei ao certo o motivo de eu ter demorado tanto para lê-lo, talvez seja porque a sinopse a princípio me pareceu tão simples e sem promessa de grandes mistérios ou surpresas que resolvi deixá-lo um pouco de lado para embarcar em outras histórias.
   Nem posso dizer o quanto me arrependi; a trama é realmente simples, não tem grandes reviravoltas ou acontecimentos surpreendentes, mas Um Ano Inesquecível foi um dos poucos livros em que os personagens deixaram uma forte e marcante impressão em mim. 
   Um Ano Inesquecível narra essencialmente a complicada relação entre pai e filho. Jesse Sienna é um homem de 32 anos, jornalista que trabalha como freelancer e sonha com o dia em que sua carreira dará um grande salto. 
   Sua vida pessoal é uma questão bem mais complicada, ele é o filho caçula de Mickey Sienna um viúvo de 83 anos pai de quatro filhos. 
  Jesse sempre se sentiu estranho dentro de sua própria casa, devido a grande diferença de idade com seus irmãos e até mesmo com seu pai (que está mais próximo de ser seu avô!) ele se senti um intruso na família Sienna. Seu maior desejo era possuir uma ligação mais forte com o pai e estar mais próximo dele.
  Então quando Mickey quase incendeia a casa onde vive tentando cozinhar, tarefa que nunca conseguiu desempenhar sozinho, Jesse vê a oportunidade de estreitar sua relação com o pai.
  Assim, mesmo contra a vontade dos irmãos e a resistência do pai que prefere morar sozinho, Jesse leva Mickey para viver em sua casa. E em meio a alguns conflitos de convivência, Mickey vai conhecendo melhor o filho e sabendo mais sobre a vida dele.
   É quando conhece Marina, a namorada de Jesse e logo percebe que ela é uma mulher especial e única, o problema é que Jesse já sofreu algumas desilusões amorosas que o fizeram desacreditar no amor; ele tem a forte convicção que um dia o amor sempre acaba então ele e Marina optaram por um relacionamento sem expectativas.
  Só que Mickey não aceita as opiniões de seu filho em relação ao amor, e decide ajudar Jesse a enxergar o quanto Marina é importante em sua vida e que perdê-la seria imperdoável, mas para isso ele precisa revelar a história sobre o grande amor de sua vida.

  Como ele entenderia que eu pensava que Marina seria minha amante por mais alguns meses até que o inevitável acontecesse e que, depois disso, eu esperava que ela se tornasse uma de minhas melhores amigas na vida?..."    pág. 94    

     Você já sentiu como se durante uma leitura esteve em uma conversar com os personagens? Ou se estivesse lendo um diário da vida deles? Foi essa a sensação que tive lendo Um Ano Inesquecível. Sinceramente pensei que não fosse gostar do livro porque prefiro quando os romances são o foco da narrativa com um casal bem meloso... Sim sou uma super romântica! :)
   Mas, o livro me conquistou com sua narrativa mansa e sentimental, o desejo e esforço de Jesse em estar mais perto do pai faz o leitor torcer para que a relação deles dê certo, mesmo ele tendo ideias perturbadoras e estranhas em relação a se apaixonar. No início pensei que ele não se importasse com a Marina, mas não é esse o caso, ao contrário os dois se dão muito bem, se importam um com o outro e compartilham um sentimento forte apesar de não perceberem isso.
    A narrativa foi algo que me chamou a atenção, o livro é narrado em terceira pessoa quando o foco é o Mickey e em primeira pessoa quando é o Jesse; foi o primeiro livro que li nesse estilo e achei legal porque podemos ter duas visões diferentes na mesma história. 
  Ronald Anthony tem uma linguagem fácil e que flui bem, não senti dificuldade em me envolver na leitura pois foi bem rápida, os momentos em que o Jesse narra tem um toque de humor, o que me arrancou algumas risadas.
   A história do grande amor de Mickey é tocante e encantador, e o autor soube dosar muito bem os momentos onde cada parte deveria ser narrada, sem entregar muito da história e mantendo assim o leitor curioso e ansioso para saber o desfecho do caso de amor. 
    A diagramação do livro é simples, e as letras têm um tamanho bom para a leitura. A capa destaca os principais personagens da história, mas senti falta de ela ser um pouco mais elaborada. 
   Depois de ler Um Ano Inesquecível desejo muito conhecer outros livros do Ronald Anthony, e se forem tão emocionantes quanto este sei que também vão me conquistar. Leitura mais que recomendada para aqueles que gostam de histórias que tocam o coração.


                                 

2 comentários:

  1. Rafa gostei da sua resenha para ser sincera foi a melhor que li sobre o livro, fiquei até interessada nele.
    bjos e continue lendo ótimos livros!!!

    ResponderExcluir
  2. Eu quis bater no Jesse várias vezes e confortar o Mickey com um abraço forte. É um livro tocante e simples que fala de amor de uma forma muito suave.

    Beijos
    Fernanda Souza
    www.leitoraincomum.com

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante para mim, por isso não economize palavras; adoro saber sua opinião! Caso tenha um blog deixe o link para que eu possa retribuir seu comentário. :D
Beijos da Rafa!!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. Voltar ao Topo