16/10/2017

Lançamento: Mulher com Brânquias - Patrícia Baikal.


Olá, queridos! Tudo bem?


A novidade de hoje vem da nossa parceira Patricia Baikal, autora de Mariposa. Ela está lançando seu novo livro, Mulher com Brânquias que está concorrendo ao Prêmio Kindle de Literatura na Amazon. Desejo todo o sucesso a autora e que o lançamento seja um enorme sucesso! 

Vamos lá conferir tudo sobre o novo lançamento da Patricia!


Rita, professora universitária, começa a ter visões de uma realidade paralela, como se estivesse o tempo todo mergulhada num aquário. Em casa, no trabalho ou na rua, ela se vê rodeada por seres aquáticos e especialmente pelo "grande peixe", uma criatura fantasmagórica que a persegue, mas que ninguém mais enxerga. Como se não bastasse, sua pele é tomada por escamas aos poucos, de forma dolorida e fantástica. Brânquias surgem em seu corpo, e isso pode significar o início ou o fim de uma jornada.


              Para comprar o ebook: Mulher com Brânquias



Patrícia Baikal cresceu em Minas Gerais e atualmente mora em Brasília. É graduada em Direito, escritora e blogueira. Em 2013, criou o blog literário Palavras de Bandeja onde escreve crônicas e contos inéditos já premiados em concursos literários. “Mariposa”, publicado pela editora Kiron, é o seu primeiro romance.

               Para saber mais sobre a autora: Facebook | Instagram

O Fascinada por Histórias deseja todo o sucesso para a autora e sua obra! Espero que tenham gostado da novidade e quem é assinante do Kindle Unlimited pode baixar o livro por lá! 😉

Aguardem a resenha em breve! 

Beijos, e até logo!
                                                           

02/10/2017

Dica Nacional.


Hey, leitores! Tudo bem?

Estou de volta com a coluna Dica Nacional reformulada e acredito bem mais completa do que antes. Quem acompanha o blog sabe que tenho uma velocidade de leitura bem maior do que de escrita, portanto não consigo resenhar tudo que leio. 

Depois que comecei a ler com o kindle isso só se intensificou ainda mais e através do Kindle Unlimited que é o serviço de aluguel de livros da Amazon, tenho tido acesso a uma variedade absurda de livros nacionais de autores independentes. 

Já li muitos nacionais incríveis de autores com grande potencial, mas que ainda não são tão divulgados ou conhecidos, por isso senti vontade de trazer novamente essa coluna, mas dessa vez com dicas de livros independes que já li pelo Unlimited e que me conquistaram seja com a trama desenvolvida ou a qualidade de escrita do autor. 

Vamos lá conferir todas as dicas nacionais maravilindas!

                   Trilogia Saints: Gabriel, Raziel e Elemiah.


Peguei o primeiro livro Gabriel para ler porque fiquei bem curiosa quando o vi no primeiro lugar dos ebooks mais vendidos na Amazon. Os livros trazem as histórias de amor dos herdeiros do clã Saint, uma família poderosa da máfia italiana. Nunca havia lido nenhuma história que abordasse a máfia, mas sempre tive curiosidade por encontrar vários livros sobre o assunto. 

Gostei das três histórias, mas a minha preferida é a do Gabriel, porque traz uma história mais cheia de ação, com protagonistas que se conhecem desde sempre, mas vivem como cão e gato. Todos os livros trazem muita ação, perigos, e personagens fortes que se destacam na narrativa. 

Em relação a escrita da autora gostei muito da fluidez e da forma envolvente como ela conta cada história. O leitor não consegue parar a leitura e realmente lê em uma sentada; mas se você é do tipo de leitor que se incomoda quando o romance começa rápido demais (estilo miojo! kkk) talvez isso seja um ponto que o desagrade, eu em alguns casos não me incomodo com isso. No geral gostei bastante das leituras!
           
        Trilogia Protetores: Dom, Damien e Sebastian.


Essa é uma das trilogias mais fofas que já li! Pense em protagonistas apaixonantes! Até agora li apenas os dois primeiros livros, o terceiro ainda não foi lançado, mas estou super ansiosa por essa lindeza. 

DOM e Damien também ficaram em primeiro lugar entres os ebooks mais vendidos na Amazon e realmente merecem a posição. As histórias trazem um pitada de drama aliado a romances arrebatadores e protagonistas deliciosos. Minha história preferida é a do Damien, por trazer uma temática polêmica e abordar questões como o preconceito, abuso e ainda trazer um personagem masculino de personalidade forte e muito distante da ideia de "perfeito" que geralmente vemos nos romances; Damien amadurece e evolui ao longo da trama, achei linda a história.

Escrita muito envolvente e fluida, já estou louca para ler o terceiro livro e espero que seja ainda melhor do que os anteriores! 

Espero que tenham gostado das dicas nacionais, foram livros que amei ler. Podem aguardar que trarei mais dicas com novidades nacionais que encontro no Unlimited. Se já leu ou pretende ler algum dos livros não deixe de compartilhar o que achou da leitura. 😘

Beijos, e até logo!
                                                    

27/09/2017

Top 10: Romances de banca favoritos! [Parte 2]

Olá, leitores! Tudo bem?

Hoje o post é todo dedicado aos romances de banca. É um gênero que ainda sofre bastante preconceito, mas pelo qual eu tenho muito carinho, já que foi um dos meus primeiros contatos com a leitura. 

Fiz um post igual a esse em 2012, ainda no início do blog e até hoje essa postagem com algumas dicas dos meus romances de banca preferidos é um dos posts mais acessados do blog, por isso resolvi trazer uma segunda parte com novas dicas de livros do gênero. 

Espero que gostem do post e aproveitem as dicas porque são leituras deliciosas para quem aprecia os livros de banca!


Esse é um dos livros da coleção Desejo da Harlequin Books, eu sempre preferi os Históricos, mas às vezes encontrava nas bancas algum dessa série que me agradava. Um Sonho Real traz um clichê bem legal; a secretária que se apaixona pelo chefe. Rachel é uma espécie de "braço direito" de Shane e está sempre disposta a ajudá-lo. Ele não faz ideia de que ela nutre uma paixão por ele até o dia em que ele aparece em seu apartamento para comemorar um dos negócios importantes da empresa, a partir daí o envolvimento dos dois é inevitável. O livro é bem curtinho e traz uma daquelas leituras para passar o tempo.


Como Seduzir um Duque faz parte da coleção Clássicos Históricos e é o primeiro volume da série Irmãs Royle. A protagonista é a Mary Royle, ela está decidida a se casar com o visconde Wetherley, mas o duque de Blackstone faz de tudo para arruinar os planos da jovem. O duque quer impedir a todo custo que seu irmão se deixe levar pelo charme de uma pretendente esperta, então atrapalhar esse casamento já se tornou sua missão. Esse é um romance histórico bem no estilo que eu gosto, os personagens são divertidos, e a trama tem uma pitada de fundo histórico. Leitura leve e envolvente!


Tinha que ter uma dica da diva dos romances de banca! Quem ler esse gênero conhece e sabe que a Diana Palmer é referência do gênero. Os livros dessa autora são super clichês, mas é uma delícia ler cada um deles. Primavera do Amor traz uma história super fofinha, leve e envolvente. Para devorar em um dia! O livro conta a história da doutora Louise Blakely e Jeb Coltrain, os dois trabalham juntos administrando o hospital de Jacobsville, mas a relação dos dois não é nada amistosa, Jeb trata Louise como inimiga e já cansada dessa atitude, ela decidi se demitir. Para surpresa dela Jeb a pede em casamento, mas seria apenas um casamento de conveniência, isso é o que ele acreditava. 
Típico romance de cão e gato, os protagonista se detestam e é isso que torna a leitura tão divertida e empolgante, Diana Palmer é conhecida por criar os melhores mocinhos ogro, Jeb é um bom representante! 


Mais um Histórico, desta vez da coleção Julia. Marquês Apaixonado conta a história de Emma Peterson filha de um vigário e Charles, o novo marquês de Knightsdale. Emma não fica nada contente quando o Marquês a pede em casamento com o interesse apenas de "encomendar" um herdeiro. Mais uma leitura deliciosa e super divertida, prepare-se para muitas risadas!


Esse é um Histórico dos bons! Hannah Howell já não é mais uma autora apenas de romances de banca, o leitor pode encontrar os livros dela também nas livrarias. Juramento de Amor, conta a história de Elspeth Murray. Quando criança ela socorre um cavaleiro ferido e acaba se apaixonando por ele, anos mais tarde o caminho de ambos acaba se cruzando novamente quando ele a salva de um pretendente indesejado. Elspeth ainda é apaixonada por Cormac, mas ele está noivo de uma mulher perigosa e que o domina totalmente. Elspeth enfrentará muitos obstáculos para conquistar o que deseja. O livro é cheio de reviravoltas, muita intriga e perigo; leitura envolvente e personagens super cativantes. 


A última dica de hoje é de uma autora que recentemente começou a ser lançada no Brasil em formato de livros de livraria, Suzanne Enoch já é uma autora consagrada no formato de banca. Os livros dela são super cativantes e as mocinhas são bem intensas e de personalidade forte. Marido por Encomenda traz a história da espevitada Eleanor Griffin, a irmã do duque de Melbourne gosta de flertar e namorar, ela sabe que terá que se casar, mas até que esse dia chegue pretende aproveitar enquanto pode. Com medo de que a jovem acabe me metendo em um escândalo, o irmão pede ao melhor amigo, Valentine Corbert que fique de olho na moça. O problema é que Valentine é um libertino e conquistador por quem Eleanor é apaixonada desde menina, e essa aproximação pode não funcionar da forma como Melbourne esperava. Leitura rápida e deliciosa, a autora cria os personagens mais marcantes e a história é carregada de humor!

Espero que vocês tenham gostado das dicas! Essas foram leituras que gostei bastante. Vocês devem ter percebido que não trouxe dez dicas como é costume na coluna, mas é que faz tempo que não leio o gênero então selecionei apenas esses seis livros. 

Se vocês quiserem mais dicas sobre o gênero trago novos posts com mais opções de leituras! 💗😍

Beijos, e até logo!

25/09/2017

O Último Adeus.


Autora: Abbi Glines | Editora: Arqueiro | Páginas: 224 | Gênero: New Adult | Tradução: Cássia Zanon | Série: Rosemary Beach #12 | Avaliação: 4/5

                                               Skoob | Amazon | Saraiva

O Fim está próximo! É só o que conseguia pensar quando resolvi pegar esse livro para ler, comprei a pouco tempo e devorei em poucos dias. Não é surpresa que Abbi Glines é uma autora que amo demais, já estou na torcida para a Arqueiro lançar várias outras séries da autora por aqui. 

O Último Adeus é o décimo segundo livro da série Rosemary Beach e narra a história de River Kipling, conhecido por Capitão e quem leu os livros anteriores sabe que ele é irmão da Blaire. Capitão está em Rosemary Beach administrando um restaurante de luxo, mas o que deseja mesmo é ir embora da cidade e viver à beira-mar como realmente gosta. 

Entretanto, os planos de Capitão são interrompidos por uma mulher chamada Rose Henderson, ela é uma das funcionárias do restaurante que ele comanda e ele não consegue disfarçar que a presença da moça o incomoda bastante; há algo na risada dela que lhe é familiar e ele não consegue ignorar isso. 

Rose é mãe solteira e se dedica inteiramente a cuidar da filha, ela está em Rosemary Beach com um objetivo e isso envolve um passado cheio de dor e sofrimento, mas ela está disposta a resolver as pendências do passado e lutar por um futuro melhor.

 [...] Ninguém tocou minha alma, Addy. Só você. pág. 123


Já falei em várias outras resenhas dos livros da Abbi Glines, mas não canso de repetir; é impressionante a forma como essa autora consegue transformar uma trama simples e clichê em uma narrativa extremamente envolvente, com mensagens significativas e personagens que surpreendem o leitor a cada momento da leitura. 

Eu não esperava muito de O Último Adeus, afinal a autora já escreveu onze livros para esse série e muita coisa já foi contada ao longo da saga. O que aconteceu foi que me surpreendi totalmente com a intensidade da história de River e Rose; temos neste livro uma história de amor que transforma vidas e marca as pessoas para sempre. 

Assim como vários outros personagens da Abbi, River e Rose são cativantes e conquistam o leitor logo nas primeiras páginas. Rose é uma garota bem sofrida, a vida não foi nada leve com ela, seu passado é sombrio e doloroso por isso sua força, determinação e atitudes são tão admiráveis. River também guarda seus fantasmas do passado, finalmente o leitor tem a oportunidade de saber o que levou o personagem a ser tão duro e misterioso. 

Como já é padrão nos livros do gênero, a narrativa é desenvolvida em primeira pessoa e temos o ponto de vista intercalado entre os protagonistas. Em alguns momentos o narrador nos leva a algum momento do passado para que possamos entender melhor o que causou o conflito entre os personagens; eu não gosto muito de flashbacks, mas concordo que nesse caso é fundamental para que o leitor possa compreender melhor a trama.


Não é uma das minhas preferidas, mas eu gostei da capa ela segue o padrão das anteriores. A diagramação é simples, as letras estão em tamanho confortável e os capítulos bem distribuídos. 

O Último Adeus é uma leitura leve e bastante rápida, perfeita para os momentos em que você busca algo para relaxar. Abbi Glines é mestre em criar as histórias mais envolventes e deliciosas, você termina o livro com uma vontade intensa de muito mais. Leitura repleta de amizade, perdão e amor mais do que recomendada para os fãs de romances!

                                          

18/09/2017

Laranja Mecânica.


Autor: Anthony Burgess | Editora: Aleph | Páginas: 352 | Tradução: Fábio Fernandes | Gênero: Distopia/Clássico | Avaliação: 5/5

                                                         
                                                           Skoob | Amazon | Saraiva
                                             

Desde que resolvi voltar a ler os clássicos com mais frequência tenho me dedicado a livros que tem me marcado de alguma forma e me feito refletir bastante, mesmo depois de muito tempo após a conclusão da leitura. Com certeza isso é um dos pontos positivos quando começamos a nos desafiar na leitura dos clássicos; eles nos provocam questionamentos e aguçam com mais intensidade nosso senso crítico.

Cada um dos clássicos que li até agora me deixaram alguma mensagem para reflexão ou até mesmo me deixaram aquela sensação de inquietação, e acredito que é realmente essa a reação que livros do tipo provocam nos leitores, por isso se tornam clássicos tão aclamados. Laranja Mecânica traz uma forte crítica social e como eu já esperava não foi uma leitura tão rápida de ser absorvida. 

O livro nara a história de um jovem de 15 anos chamado Alex que juntamente com seus amigos formam um grupo de delinquentes que aterrorizam a cidade roubando, estuprando e até assassinando as pessoas, ou seja, Alex e seus companheiros praticam o que chamam de ultraviolência. Em uma das noites mais violentas, Alex acaba sendo traído por seus amigos e é capturado pela polícia. 

Assim, Alex acaba caindo nas mãos do sistema e a partir daí é que o protagonista nos leva a um debate intenso sobre o contexto abordado. Para fugir da condenação e sentença pelos seus crimes Alex acaba aceitando participar de um novo experimento do Estado que promete "curar" suas tendências criminosas através da Técnica Ludovico. 

Tal experimento consiste em injetar no individuo uma substância que associada a sessões de imagens violentas provocam náuseas e extremo mal estar no criminoso; em questão de dias do tratamento Alex não é capaz de presenciar, imaginar ou praticar qualquer tipo de violência sem se sentir terrivelmente doente.



Publicado originalmente na Europa em 1962 e no Brasil em 1971, Laranja Mecânica lança um debate ainda bastante atual em plena sociedade do século XXI, a violência dos grupos jovens e até que ponto o Estado pode intervir para eliminar a criminalidade, além de levantar várias outras questões relacionadas a essa mazela social que é a violência. 

O livro é dividido em três partes que apresentam ao leitor cada fase da história de Alex; a primeira parte nos apresenta o personagem em sua forma natural e selvagem mostrando tudo o que ele é capaz de fazer juntamente com sua gangue. Na segunda parte já vemos Alex sob o poder do Estado e acompanhamos seu tratamento com a técnica Ludovico, e finalmente na terceira parte temos o delinquente reformado e devolvido a sociedade já "curado". 

Em relação a narrativa e sua fluidez preciso ressaltar que esse foi um dos livros que mais demorei a ler, minha leitura foi extremamente dificultada unicamente pelo tipo de vocabulário utilizado pelo protagonista. A linguagem usada se chama nadsat, e é uma gíria criada pelo autor com uma mistura de palavras do russo e do inglês; mesmo que a edição traga um vocabulário para consulta eu tive muita dificuldade para me familiarizar com as palavas inseridas no texto, o que tornou minha leitura bastante penosa considerando que Alex é quem conduz a narrativa. 

Fora a estranheza da linguagem, a trama é muito envolvente e provoca o leitor do começo ao fim, a crítica presente na obra é tão bem explorada que você se vê debatendo e questionando várias situações abordadas no texto.

Se você pretende ler Laranja Mecânica indico muito que escolhe essa edição que é a especial de 50 anos lançada pela Editora Aleph. O trabalho gráfico é impressionante, o livro conta com capa dura e jacket, ilustrações e um material extra espetacular que complementa sua leitura. A diagramação é bem confortável.




Apesar da minha dificuldade com o texto, Laranja Mecânica é uma leitura envolvente e perturbadora por trazer um debate ainda em pauta em nossa atualidade, além de levantar questões tão polêmicas que provocam inquietação nos leitores. 

Anthony Burgess impressiona o leitor com a originalidade de sua obra e por fim nos faz questionar se realmente vale à pena viver em uma sociedade onde as pessoas não são livres para fazer suas próprias escolhas, sejam elas boas ou más. Leitura indispensável! 


13/09/2017

Séries preferidas da Netflix!


Olá, queridos! Tudo bem?

O post de hoje é um especial Netflix com uma pequena seleção das séries que estou acompanhando e que mais me agradaram recentemente. Tenho ficado bem viciada na Netflix e optado preferencialmente pelas séries, busco temas variados e tenho me aventurado pelo suspense e um pouco de terror para ir me familiarizando com o gênero que é o único que não leio e nem assisto. 

Então vamos lá conferir as séries que tenho maratonado na Netflix! 



iZombie é uma série de fantasia que tem como personagem central Olivia Moore, uma médica residente que é transformada em zumbi em uma festa. Depois desse acontecimento toda a vida dessa garota muda radicalmente, ela termina seu noivado e vai trabalhar em um necrotério para ter acesso mais fácil ao seu novo alimento, o cérebro humano. Liv tem como amigo e colega de trabalho Ravi Chakrabarti, também médico e cientista que se dedica a encontrar a cura para a condição de zumbi da amiga. 

Depois de comer os cérebros, Liv começa a ter visões e assumir características da personalidade das pessoas, essa nova habilidade dá a Liv a oportunidade de ajudar a polícia a solucionar diversos crimes. 

Tem apenas duas temporadas disponíveis na netflix e eu estou ansiosa pela terceira temporada para logo porque eu adorei essa série, os personagens são bem divertidos e a mistura de fantasia com suspense policial funciona bem, e deixa a série muito instigante.


Scream foi uma série que descobri há pouco tempo e logo fiquei viciada, tem apenas 2 temporadas disponíveis na netflix e é tão viciante que você não consegue parar de assistir até o último episódio.

Essa série mistura suspense, terror e drama jovem. A trama gira em torno de um caso de bullying virtual que provoca uma série de assassinatos brutais na pequena cidade de Lakewood. Os personagens centrais são um grupo de adolescentes que acabam se tornando suspeitos além de vítimas de um serial killer sanguinário. 

Essa série é incrível! Pena que são apenas 3 temporadas pelo que andei pesquisando. Tem muito mistério e suspense que deixam o telespectador vidrado no desenrolar da história. Os personagens são bem legais também; o meu preferido é o Noah, um garoto super inteligente; é ele que tenta juntar as pistas e descobrir o assassino. Noah é fã de filmes de terror, portanto ele é o responsável pelas referências aos clássicos do gênero e também pelos diálogos mais divertidos. Só resta torcer para a netflix disponibilizar a 3 temporada!


Acho que não há quem não conheça Supernatural, mas assim que comecei a assistir não consegui parar. Confesso que gostei muito mais das primeiras temporadas, o rumo que a série tomou depois da 7 temporada não tem me agradado como eu gostaria, mesmo assim continuo assistindo porque já me apeguei aos personagens. 

Para quem nunca assistiu, é uma série de fantasia urbana que tem como personagens principais os irmãos Sam Winchester e Dean Winchester que viajam pela América investigando e combatendo eventos paranormais e criaturas sobrenaturais. Estou torcendo para que a série me cative novamente porque realmente gosto muito dos personagens principais. 

Essas são as séries que mais tenho gostado na netflix. Espero que tenham gostado das minhas dicas e se quiserem deixar sugestões para eu assistir estou aceitando! hehehe 

Beijos, e até breve!
                                                               



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. Voltar ao Topo