9/26/2015

A Voz do Arqueiro.

Autora: Mia Sheridan
Editora: Arqueiro
Páginas: 336
Gênero: New Adult
Série: Signos do Amor (livro #04)
Tradução: Ana Rodrigues
Avaliação: 

   Skoob | Saraiva | Submarino | Extra
  
  Não sei por que é sempre mais difícil falar de um livro que gostamos tanto, A voz do Arqueiro me conquistou tanto que passei vários dias pensando em uma forma de expressar tudo que senti com essa leitura.
  Eu já conhecia o livro e já havia decidido ler o e-book quando a Editora Arqueiro anunciou a publicação aqui no Brasil, assim resolvi esperar e ler o lançamento nacional. Me vi completamente surpreendida com a leitura, pois esperava apenas um New Adult sem grandes surpresas, seguindo a linha de vários que já conhecemos por aí. 
  A voz do Arqueiro me arrebatou por ter uma narrativa que foge um pouco do comum e principalmente por possuir uma grande dose de emoção que fisga o leitor desde o início da leitura. 
  O livro conta a história de Bree Prescott e Archer Hale, ela é uma garota que deixa tudo para trás e resolve recomeçar numa pequena cidade chamada Pelion, ela logo se encanta pelo lugar e por seus moradores, especialmente por um morador misterioso e arredio a quem todos na cidade preferem ignorar. 
  Archer tem um passado difícil que o afastou de qualquer contato pessoal com outras pessoas. Ele vivi isolado em em suas terras e quando Bree aparece em sua vida os dois descobrirão o quanto o amor pode libertar e transformar vidas. 
[...] Acho que amor é um conceito, e cada pessoa tem uma palavra única para descrever em que o sentimento se resume para ela. A minha palavra para amor é Bree." pág. 301
   
  Depois de concluir essa leitura cheguei a conclusão que é quase impossível não se apaixonar por esse livro, isso por que Mia Sheridan criou uma trama tão sensível que o leitor é arrebatado quase que instantaneamente. Eu me apaixonei, senti raiva e me emocionei diversas vezes durante a leitura e foi exatamente por isso que a autora conseguiu me cativar tanto com essa história.
 Eu me encantei igualmente pelos dois protagonistas, Archer e Bree compartilham muitas semelhanças, ambos passaram por situações extremamente difíceis e traumáticas na vida e por isso ainda carregam muita angústia dentro de si. O que mais me tocou na história foi a forma sensível, doce e quase pura como o relacionamento de Bree e Archer se desenvolveu; quem aprecia os romances vai se encantar com esse homem que ainda possui um pouco de garoto aprisionado dentro de si, essa foi a percepção que tive do Archer. 
  A narrativa ocorre em primeira pessoa com o ponto de vista alternado entre os protagonistas e eu adoro quando os livros apresentam está forma de contar a história, pois eu gosto de acompanhar os dois lados da trama sinto que a narrativa fica mais completa. Não posso deixar de dizer que Mia Sheridan tem uma escrita envolvente e intensa, impregnada de sentimentalismo e emoção. 
[...] - Eles não sabem quem é você, Archer. Não têm ideia. E não merecem saber. Não deixe que a opinião deles o magoe." pág. 74 

  Claro, que como um romance New Adult temos as cenas mais picantes, entretanto isso não me incomodou. A autora soube trabalhá-las bem, elas fazem parte do contexto da trama, mas não são a questão central da história. Mia Sheridan explorou muito bem o amadurecimento dos personagens principalmente o de Archer, que é o que mais cresce dentro da trama e é lindo acompanhar essa evolução dele.
  O livro tem o capricho que sempre encontramos nas edições da Editora Arqueiro, a capa tem bastante relação com a história, a diagramação é simples, as letras têm bom tamanho, as páginas são amarelas e os capítulos são bem distribuídos. Apenas não gostei tanto da tradução do título, achei que ficou estranho. 
   A voz do Arqueiro foi uma leitura muito prazerosa, rápida e bastante fluida além de ter me emocionado muito contém uma linda mensagem de superação e retrata o amor de uma forma tão comovente que toca fundo o coração do leitor; ao menos o meu tocou. Esse é um livro para aqueles que não se cansam dos romances! 
[...] Bree me dissera que a minha voz importava, e o amor dela me fizera acreditar que isso talvez fosse verdade. E, às vezes, era só isto que bastava: uma pessoa disposta a ouvir o nosso coração, o som que ninguém jamais tentara ouvir." pág. 323

Um comentário:

  1. Rafa concordo com você que fazer resenhas de livros que amamos é difícil porque sempre sentimos que poderíamos falar mais, mas ficamos com medo de liberar informações demais. Porém no seu caso relaxe que sua resenha ficou perfeita.
    Já estava curiosa com esse livro de capa linda, mas depois de ficar triste com a leitura de Pulsação decidi dar um tempo nesse estilo, e agora com após conferir sua opinião tive a certeza que irei adorar a leitura quando a fizer. História com superação de dificuldades e dores me instigam, esses personagens me parecem bem intensos. Enfim amei conferir suas impressões e pra variar suas fotos ficaram ótimas.

    Beijos amiga querida!!!
    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante para mim, por isso não economize palavras; adoro saber sua opinião! Caso tenha um blog deixe o link para que eu possa retribuir seu comentário. :D
Beijos da Rafa!!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. Voltar ao Topo