2/05/2014

Esc@ndalo.


                                                                                           
Adicionar no SkoobCompre: Saraiva| Submarino | Cultura
                   
       Finalmente eu terminei de ler esse livro foram duas desistências até eu me obrigar a concluir essa leitura porque me recusava a não saber como ela terminava. Eu tinha muitas expectativas com o lançamento de Esc@ndalo porque eram muitos os elogios e comentários positivos e a sinopse me deixou muito curiosa. 
  Entretanto, a leitura não superou essas expectativas e ainda me decepcionou um pouco por ter sido lenta e desgastante; e talvez tenha sido o primeiro livro em que teve poucos personagens de que gostei. 
   Esc@ndalo conta a história de Amelia Wilkes, ela é uma garota rica que estuda em uma boa escola e tem acesso a tudo de melhor que o dinheiro pode comprar, no entanto o que mais deseja é ser adulta. Isso porque só depois de completar 18 anos e ser reconhecida como adulta é que Amelia poderá viver a vida que sonha e planeja com o namorado, Anthony Winter. 
   Anthony e Amelia estudam na mesma escola, mas ele é um bolsista filho da professora de Francês e mesmo sendo um garoto bem-educado, inteligente, gentil e muito apaixonado pela namorada é obrigado a manter o relacionamento dos dois em segredo porque os pais dela nunca o aceitariam por Anthony ser pobre e filho de mãe solteira. 
   Assim, os dois vivem seu amor em segredo sonhando com dia em que não precisarão esconder o que sentem e juntos poderão realizar tudo o que sonham. Entretanto, suas vidas e seus planos desmoronam quando Harlan Wilkes, pai de Amelia encontra fotos de Anthony nu no computador da filha.      Harlan fica enfurecido acreditando que a filha está sendo assediada e acaba denunciando Anthony para a polícia. O rapaz vai preso  e a partir daí a vida dele e de Amelia vira um verdadeiro inferno. 
[...] Palavras, ah, sim, elas podiam machucar, e muito. Podiam enganar. Podiam deprimir. Podiam arrancar seu coração do peito e fazer você desejar nunca ter nascido - ou ter nascido outra pessoa. pág. 248
      É bem frustrante quando você espera muito de um livro e ele não é bem o que se imaginava. A trama e a temática de Esc@ndalo são muito boas, o que não funcionou para mim foram a linguagem e narrativa do livro. 
    A narrativa é muito lenta, arrastada mesmo e isso fez com que a leitura não fluísse e se tornasse muito cansativa. E mesmo tendo uma linguagem poética e romântica a escrita da autora é excessivamente descritiva. 
   Foram poucos os personagens que gostei, Anthony foi o que me motivou a levar a leitura até o fim. Ele é um rapaz muito inteligente e o carinho e amor que ele tem por sua mãe e por Amelia é muito encantador. Já Amelia foi difícil engolir, sua falta de atitude e passividade me irritaram a maior parte do tempo; a Cameron foi outra personagem que gostei muito sua lealdade e amizade pelo casal de protagonista é admirável. 
  Agora, o pai de Amelia é o tipo de personagem detestável, que homem horrível! Ele é preconceituoso e julga as pessoas a partir dele próprio, é prepotente, não respeita a privacidade da filha e foi preciso uma quase tragédia para ele reconhecer que estava errado. Sheri, mãe de Amelia é uma mulher submissa que acata todos os desmandos do marido calada. 
   O livro é narrado em terceira pessoa, mas o foco é dividido entre Anthony, Amelia, Harlan e Kim; o tempo narrativo tem como referência o momento em que Anthony é preso, então durante o desenrolar da história a autora situa o leitor com horas, minutos e dias da semana além de flashes do passado de Kim e Harlan. O livro também é divido em partes intituladas de primeiro ato, segundo ato e terceiro ato assim como em uma peça de teatro, já que os protagonistas sonham em ser atores. 
   O tema abordado pela autora é muito interessante, nunca tinha ouvido falar sobre Sexting antes, então fui buscar um pouco de informações sobre o assunto e percebi que é uma questão bastante séria que foi muito bem retratada no livro e serve de alerta para todos nós. Esc@ndalo foi inspirado em acontecimentos reais da vida de Therese Fowler cujo filho foi preso aos 19 anos sob acusação de Sexting
   A diagramação é muito bonita traz delicadeza ao livro, mas achei as letras pequenas demais e dificultaram um pouco a minha leitura; as páginas são amareladas e a capa é agradável também. 
    Apesar de ter sido uma leitura bem desafiante, Esc@ndalo é uma história muito romântica que retrata as consequências de atitudes impulsivas e principalmente até onde o amor pode levar as pessoas.  

3 comentários:

  1. Oi Rafa!!!

    Puxa vida!
    Odeio quando isso acontece!
    Parceiros puxando o saco da editora e tecendo kilometros de elogios ao livro, e nós, enganadas pelas palavras exageradas desses blogueiros vamos super empolgadas ler esse até então livro sensacionalista e escandaloso e descobrimos que não tem nada a ver...
    Isso me aconteceu com o livro "Garotas de vidro" que a blogueira resenhou como sendo um livro terrível e perturbador, com cenas fortes de mutilação e que até a fizeram ter pesadelos!!! Fiquei louca para ler!!!
    Comprei ele na Bienal!
    A leitura foi tãããão chata que levei quase 1 mês para terminar o livro!
    As cenas horríveis de mutilação foram 2 cortinhos na perna... ¬¬'
    A personagem era chata e só achei interessante o final quando contaram como foi que a amiga dela morreu...
    De resto... Achei tudo bobagem.... Sabe o que eu fiz? Parei de acompanhar o blog daquela menina.
    Mas falando sobre sua resenha, não conhecia esse tal de sexting!!
    Minha prima pratica isso! Vou denunciá-la!!! Aquela abobada só me manda besteiras pelo Whatsapp! kkkk

    Gosto de livros que me fazem sentir algum sentimento pelo personagem! Amor, carinho, raiva, ódio... Qualquer um... Parece que fico mais intima deles! hehehe

    Gosto de livros em primeira pessoa, assim eu vivo a vida do personagem. É mais emocionante, trágico, assustador... Depende do tema né?!

    Beijokas escandalosas da Giiiiiii!!!

    ResponderExcluir
  2. Amiga que bom que vc conseguiu terminar esse livro, eu estava mega curiosa para saber sua opinião sobre ele. É triste quando a ideia do livro é interessante e a narrativa não ajuda =/ Concordo com sua frase: "E mesmo tendo uma linguagem poética e romântica a escrita da autora é excessivamente descritiva." Descrição demais muitas vezes não ajuda só atrapalha =/ enfim bjos e sempre adoro suas resenhas!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  3. Eita, já perdi a vontade de ler.
    Acho que não importa a ideia, ela pode ser boa como for, mas se a narrativa não é boa e, pior, a linguagem também não a coisa desanda! Não leria.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante para mim, por isso não economize palavras; adoro saber sua opinião! Caso tenha um blog deixe o link para que eu possa retribuir seu comentário. :D
Beijos da Rafa!!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. Voltar ao Topo