2/15/2013

O Pássaro.




     Eu sempre fico muito contente e satisfeita quando a resenha que trago é da Literatura Nacional, isso porque atualmente a nossa literatura tem nos proporcionado leituras prazerosas, apaixonantes e carregadas de emoção. O Pássaro é assim; foi um livro que me fez suspirar, refletir, me emocionar e me apaixonar. 
    A história se passa na Europa do século XIII, no período massacrante dos feudos onde quem possuía terras detinha o poder. Nesse tempo mulheres não tinham voz, eram artigos meramente ilustrativos que tinham como principal função cuidar da casa e gerar herdeiros; ser caladas e obedientes eram as melhores "qualidades" que uma mulher daquela época poderia possuir, nada mais era esperado delas. 
   Caroline Mondevieu não se enquadrava no perfil das mulheres de seu tempo; filha do barão Mondevieu senhor de terras rico que gozava de influência na sociedade, um homem autoritário, frio e cruel. Enézio Mondevieu não admite ser questionado ou contrariado, coisas que sua filha caçula faz desde que era uma criança.
   Ela não concorda com as ideias e atitudes do pai, Caroline deseja ser livre dona do seu destino e capaz de fazer suas próprias escolhas, mas ela percebe que vivendo sob as rédeas de seu pai o maior sonho de sua vida é impossível de tornar-se realidade.
   Sua única chance de escapar das tiranias do barão Mondevieu se mostra através do domador de cavalos Bernardo Rachlev. 
   Apesar de estarem sempre trocando farpas e de o rapaz ter o poder de irritá-la ao extremo, Caroline sabe que ele é o único capaz de ajudá-la a conseguir o que deseja.
   Bernardo detesta os senhores ricos para os quais precisa se submeter e ainda mais as injustiças pelas quais passa todos os dias, por isso é quase impossível não ser hostil com Caroline.
    Mesmo com as constantes discussões, Bernardo e Caroline descobrem um grande desejo em comum, assim eles unem forças e arquitetam um plano para alcançar a tão almejada liberdade. Os dois só não esperavam que essa aventura deixaria marcas em suas vidas para sempre.

   - Fique quieta, vadiazinha! Aprenda a ficar quieta! Mulheres não nasceram para falar...   Não houve um dia em que Caroline tivesse chorado tanto como naquele. A voz que sempre enchera o castelo de risos alegres invadia-o com gritos agudos... "       pág. 24   

   Romances Históricos sempre me prendem muito mais do que qualquer outro gênero literário, mergulhar na história e viajar nos cenários descritos é muito empolgante. E quando há segredos, mistérios e muita aventura fica ainda mais difícil largar o livro.
   O Pássaro me conquistou desde que li a sinopse, a história tem todos os elementos necessários para conquistar o leitor; um amor impossível, um vilão odioso, uma mocinha forte e determinada tudo em uma narrativa envolvente que te faz torcer pelos personagens a cada página virada.
   A temática tratada no livro deixa a história ainda mais instigante, a opressão vivida pelas mulheres nos séculos passados é um assunto que sempre provoca revolta e em vários momentos senti vontade de matar o barão. :)
    A escrita da Samanta é muito gostosa de ler, a narrativa é ágil e flui de forma clara e objetiva; seu estilo é marcante. O livro é narrado em terceira pessoa com o foco na Caroline, assim podemos observar a evolução e amadurecimento da personagem. 
   O que me agradou bastante foi a forma como os capítulos são apresentados, todos recebem títulos relacionados com aquilo que será tratado, seguidos de citações retiradas dos próprios capítulos; isso despertar ainda mais a curiosidade do leitor. 
    A história tem um alto teor de emoção e a Samanta conseguiu me fazer chorar; nunca passou pela minha cabeça toda aquela situação e segredos que atrapalhavam o romance dos protagonistas, eu já esperava um final como aquele o que me emocionou ainda mais. 
    O título do livro define perfeitamente Caroline Mondevieu, ela não consegui viver sob regras que não consegui compreender deseja ser livre mais que qualquer outra coisa, a determinação e a coragem dela para buscar seu sonho  é algo que inspira o leitor durante a leitura.
   O Pássaro é uma história que fala de amor eterno, de lutar pelos seus ideais mesmo que as barreiras impostas se mostrem impossível de ser superadas. 
  Se você ainda não leu prepare-se para se encantar. Leitura super recomendada!

                            

3 comentários:

  1. Oi, Rafa! Como vai?
    Já li muitos, muitos elogios a respeito de "O Pássaro". O livro também tem chamado bastante atenção após ter sido um dos vencedores dos Destaques Literários. Tudo me leva a crer, assim, que se trate de uma obra promissora.
    Identifiquei-me com a mocinha porque, de uma forma ou de outra, tenho um sentimento em relação ao mundo semelhante ao dela. Liberdade... Um dos nossos maiores bens =)
    Bela resenha!
    Beijo :g

    ResponderExcluir
  2. Querida Rafa!

    Que delícia ler palavras tão lindas sobre meu romance!! Fico imensamente feliz que tenha gostado e que a história a tenha emocionado :)

    Obrigada por dividir sua opinião aqui, com seus leitores! <3

    Um beijoooo,
    Samanta Holtz

    ResponderExcluir
  3. Rafa amei sua resenha e vc me deixou mega curiosa para ler esse livro. Vou colocar na minha lista de desejos do skoob com certeza.
    bjos e sucesso!!!

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante para mim, por isso não economize palavras; adoro saber sua opinião! Caso tenha um blog deixe o link para que eu possa retribuir seu comentário. :D
Beijos da Rafa!!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. Voltar ao Topo