Laços Inseparáveis.





      Esse é o terceiro livro da Emily Giffin que leio e ela já possui um lugar especial na minha lista de autores preferidos. Emily tem uma escrita que nos prende de uma forma gostosa e divertida.
    Em Laços Inseparáveis acompanhamos a história de Marian Caldweell e Kirby Rose, duas pessoas que têm suas vidas entrelaçadas por possuírem um passado em comum. 
   Marian tem 36 anos, é sofisticada, produtora de televisão com um programa que faz sucesso e namora um executivo charmoso que não deseja casar novamente tão cedo.
   Kirby Rose é uma adolescente de 18 anos passando por conflitos familiares que a faz questionar tudo a sua volta. Ela sofre com auto-estima baixa, tem problemas escolares ainda que tenha capacidade para ser uma boa aluna, e está sempre confrontando seus pais por discordar das opiniões e desejos deles.
   Mesmo amando sua família Kirby senti-se deslocada, cheia de incertezas como se faltasse algo em sua vida. Assim, a garota decide que é hora de ir em busca de seu passado e para isso ela precisa bater à porta de Marian Caldwell.
    Marian sempre teve certeza que esse dia chegaria, e quando olhou para aquela garota a sua porta soube que era hora de enfrentar o passado, ela devia isso a Kirby mesmo que tivesse que reviver emoções e sentimentos enterrados a muito tempo. 

 Eu deveria ter imaginado. Deveria ter acreditado com o fundo do meu coração naquelas palavras que deram início a tudo, naquela noite sufocante há tanto tempo: Você pode fugir, mas não pode se esconder..."   pág. 13 

    Laços Inseparáveis aborda um tema bastante realista e não é difícil encontrar por aí as situações que baseiam a história, por isso é tão fácil se identificar com os personagens e torcer por eles. 
    Marian é uma mulher que tenta passar a imagem de estar realizada e feliz, mas no fundo não é exatamente assim que se senti. Ela guarda um segredo que há muito tempo a sufoca e sempre temeu as consequências que ele poderia trazer para sua vida. 
    Não consegui aceitar as razões e motivos de Marian para as decisões que tomou, mas consegui entender. Marian é egocêntrica, um tanto fútil e sempre se preocupou com a opinião dos outros sendo assim, esses defeitos influenciaram em suas escolhas. 
   Já a kirby é a personagem que traz um pouco de diversão e leveza para a história apesar de toda a busca por suas origens e pela história de sua vida. Ela é uma garota forte e decidida e em vários momentos foi mais madura do que a Marian.
   Eu me apaixonei pelo Conrad, ele é um fofo! É muito seguro de si e sempre soube o que realmente buscava da vida mesmo que isso fosse contra ao que todos esperavam, ele é um personagem muito cativante. O que tenho a destacar na história e que não me agradou foi o final, fiquei com a sensação de que faltou alguma coisa, para mim ficou incompleto mesmo assim a narrativa é emocionante.
  O livro é narrado em primeira pessoa com os capítulos intercalados sob o ponto de vista de Marian e Kirby, cada uma narra um capítulo e achei isso bem interessante porque podemos acompanhar as emoções e particularidades de cada uma. A Emily Giffin conseguiu brilhantemente mostrar ao leitor a história sob duas perspectivas bem diferentes entre si, sob a visão da mulher "madura" e sob a visão da adolescente desajustada. 
   Com uma narrativa ágil e temas polêmicos como adoção, aborto e diferenças sociais, Laços Inseparáveis é uma linda história que fala acima de tudo sobre amadurecimento, amor verdadeiro, crescimento e a busca por um lugar no mundo.  

                             

5 comentários:

  1. Miga adorei sua resenha e agora estou anciosa para ler esse livro, vou add a minha lista de desejos!!!
    Bjos e parabéns pela resenha \o/

    ResponderExcluir
  2. Oi Rafa! Em relação aos outros livros da escritora eu achei este mais maduro, bem melhor até. Parabéns pela resenha.


    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  3. Olá! Adorei a resenha e sou louca pra ler esse livro, sem falar a capa que é super linda né?
    Beijos
    Giovanna - Sonhando com Livros
    http://sonhando-com-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu nunca me interessei em descobrir mais sobre os livros da Emily Giffin, mas a blogosfera anda tão recheada de resenhas deles que acabei lendo algumas e maioria são positivas, ainda não me sinto muito instigado a lê-los mas estou sendo convencido aos poucos, os livros dela parecem ser boas escolhas para quem procura algo que mostre problemas sérios e comuns do cotidiano.
    OBS: é impressão minha ou ela gosta de entrelaçar a vida de duas pessoas diferentes em suas histórias, pois se não estou errado ela já fez isso em seus outros livros.
    Abraços.

    http://viciadoemlivrosefilmes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. @Rodrigo Caldas Pois é Rodrigo ela sempre faz isso mesmo, eu já li três livros dela e percebi isso. Emily é uma autora que eu gosto bastante, mas Questões do Coração foi um livro dela que não gostei nenhum pouco; ela misturou a vida de duas mulheres de uma forma que não me agradou porque tinha os sentimentos de crianças envolvido. :)
    Beijos,

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante para mim, por isso não economize palavras; adoro saber sua opinião! Caso tenha um blog deixe o link para que eu possa retribuir seu comentário. :D
Beijos da Rafa!!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© FASCINADA POR HISTÓRIAS - 2017 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo